REPORTAGENS











=========================================================================================

Tributo a Renato Russo

Neste 11 de outubro faz 10 anos que o Rock Brasil perdeu um grande ídolo: Renato Russo, da banda Legião Urbana. A vida, a atitude e as músicas do cantor e compositor ainda inspiram fãs, espetáculos de teatro e outros músicos - como um grupo de Campinas, que começou fazendo shows em tributo à Legião e conquistou os próprios fãs

Jornal Hoje, Rede Globo - 11/10/2006

        Os Urbanóides fazem shows pelo Brasil há mais de 10 anos. Chegaram aos Estados Unidos, onde a Legião Urbana nunca esteve. Tocando os sucessos, aumentam o fã clube. "A gente chegou a fazer shows onde tinha gente de dez, oito anos com os pais, com dez, doze anos cantando as letras da legião, se emocionando", contou Padovani, da banda Urbanóides.

        Uma volta da Legião Urbana pode acontecer num show, com amigos convidados soltando a voz nos hinos ainda tão atuais. É uma idéia de Dado Villa-Lobos. Ele e Marcelo Bonfá tinham apenas 15 anos quando conheceram Renato Russo.

        "Eu tirei lições de tudo que era errado e de tudo que era certo. A pessoa mais ativa, motivante e cativante que pudesse, que eu tive contato na minha vida. Através da força dele me descobri um cara que poderia produzir e me expressar através da música", afirmou Dado Villa-Lobos, guitarrista.

        Desde o começo, na adolescência com forte influência do movimento punk, até o fim, sozinho, com 36 anos de idade. Várias fases da carreira deste cantor e compositor vão passar pelo palco num musical que estréia nesta quarta-feira no Rio de Janeiro e tenta reproduzir a intensidade da vida de Renato Russo.

        Ator e diretor viram gravações de shows e entrevistas durante dois anos. Com obsessão de fãs, estudaram os gestos e a interpretação das músicas. "A gente está tentando fazer uma pequena grande homenagem a ele, fazendo jus à obra dele e sendo muito sincero porque ele falava isso pras pessoas", disse o ator Bruce Gomlevsky.


"Não sei nem se estou mais na minha, nem na sua vida"
"Não percebi correntes me prendendo aqui até o instante em que tentei partir."
Fã-Clube Oficial Dado Villa-Lobos. All rights reserved.
Developed by Roberta Raquel Leismann