REPORTAGENS











=========================================================================================

Jardim de Cactus

Cantor sofrível, Dado Villa-Lobos se cerca de convidados em seu climático disco solo

IstoÉ Gente - 23/01/2006
Mauro Ferreira

        Aos 40 anos, Dado Villa-Lobos arrisca enfim um disco solo depois de ter composto trilhas para filmes e de ter produzido nomes como Toni Platão em sua gravadora Rock It! (já extinta). A julgar por Jardim de Cactus, DVD e CD gravados ao vivo na série MTV Apresenta, ele vai continuar conhecido como o guitarrista da Legião Urbana, banda extinta em 1996 com a morte de Renato Russo. Dado se cerca de convidados que vão de Paula Toller (letrista da faixa-título) até Chico Buarque, que recita em off poema de Ivo Barroso em "Natureza". Mas nem o estelar time auxiliar disfarça a irregularidade das músicas novas do artista.

        Como canta muito mal, chega a ser constrangedor ver e ouvir Dado fazer dueto com Fausto Fawcett em "Faveloura & Lov", uma daquelas verborrágicas crônicas de Fawcett. Ciente de suas limitações, o músico põe sua vocalista para cantar "Luz e Mistério" (parceria de Caetano Veloso e Beto Guedes) e procura acentuar climas para que o canto não fique em primeiro plano. Ele investe até na psicodelia em "Cores em Mim" e "Nos Lençóis". Mas parece mais à vontade quando evoca o tom punk do início da Legião em "Guns of Brixton" (do The Clash) e "Conexão Amazônica", faixas que reúnem Dinho Ouro Preto e Paralamas do Sucesso.


"Não sei nem se estou mais na minha, nem na sua vida"
"Não percebi correntes me prendendo aqui até o instante em que tentei partir."
Fã-Clube Oficial Dado Villa-Lobos. All rights reserved.
Developed by Roberta Raquel Leismann